radiação eletromagnética

Escrito por: Miguel A. Medeiros
Revisado em: 27 de junho de 2015

Ondas de rádio, TV, microondas, infravermelho, laser, raios-X, raios γ, ultravioleta e visível são consideradas radiações eletromagnética. No entanto, o que é radiação eletromagnética?

Radiação eletromagnética é a definição dada à ondas que se propagam no vácuo ou no ar com velocidade de 300.000 km/s, ou seja, com a velocidade da luz (c), que também é uma radiação eletromagnética. Uma outra característica das ondas eletromagnéticas é a capacidade de transportar energia e informações.

Como dito anteriormente, existem vários tipos de radiação eletromagnética, então o que as difere?

O que diferencia uma radiação eletromagnética da outra é o seu comprimento de onda. Mas o que é comprimento de onda?

Comprimento de onda (λ) é a distância entre dois pontos máximos de uma onda, observe:

Sendo assim, o comprimento de onda (λ) de uma onda eletromagnética é o que irá diferenciá-las. Existem ondas eletromagnéticas com grandes comprimentos de onda, tais como: as ondas de rádio (AM e FM) e TV (UHF e VHF). Por outro lado existem radiações com comprimento de onda bem pequeno, tais como: radiação-X e radiação γ.

O fato do comprimento de onda ser grande ou pequeno influi na sua frequência (ν), que é a variação da onda por segundo, ou seja, é a “velocidade” que a onda se propaga. Quanto menor for o comprimento de onda (λ), maior será a frequência (ν) e, quanto maior for o comprimento de onda (λ), menor será a frequência (ν).

Essa relação pode ser observada a partir da equação:

ν = c / λ

A relação entre o comprimento de onda e a frequência pode ser também observada a partir do espectro eletromagnético, que mostra o crescimento da frequência e a diminuição do comprimento de onda.

Você pode se interessar por: