Água na Boca

Hora do almoço, pense em sua comida favorita, imagine uma deliciosa refeição. Normalmente, quando fazemos isso, ficamos com água na boca. Quem nunca passou por isso? Todo mundo, com certeza. Mas por que a nossa boca enche de água? Esse líquido é realmente água?

O líquido que está em nossa boca, a maior parte do tempo, com certeza não é água, mas é uma solução aquosa, ou seja, várias substâncias dissolvidas em água, sendo que cada uma é responsável por alguma função no nosso organismo. E essa mistura é conhecida como saliva. A saliva é composta por aproximadamente 98% de água, contendo muco, enzimas, sais minerais e outras substâncias dissolvidas.

Pode-se dizer que a saliva é responsável por cinco diferentes funções em nosso organismo.

  • Molhar o alimento. É praticamente impossível engolir alimentos secos. Imagine comer vários biscoitos de polvilho ou até mesmo um sanduíche de presunto sem a presença de saliva ou algum líquido para tornar esses alimentos úmidos. Além disso, sem a umidade que a saliva proporciona, seria difícil para a língua detectar sabores e proporcionarmos experiências gustativas, ou seja, saliva ajuda na caracterização de sabores. É importante destacar que a língua é o órgão que contem as papilas gustativas e são essas as responsáveis por identificar e diferenciar os gostos, transmitindo ao cérebro estímulos distintos para cada um.
  • Limpeza da boca. A saliva propicia a remoção de restos de alimentos, seja por dissolver partículas e possibilitar que eles sejam facilmente agrupados e removidos para dentro ou para fora do organismo. Além disso, algumas substâncias presentes na saliva, como a lisozima (enzima que atua no combate a bactérias), ajudam a prevenir algumas infecções e até cicatrização de feridas simples.
  • Iniciar a digestão. A saliva contém uma enzima que inicia o processo de digestão. Esta enzima é a amilase (também conhecida como ptialina), responsável por iniciar o processo de quebra das moléculas de amido, que é encontrado em alimentos como pães, arroz, feijão, biscoitos, pães de queijo, doces, etc.
  • Umedecer a boca. A nossa boca faz em média 1 L de saliva, a cada dia, já que a salivação é um processo contínuo, independente da presença de alimentos. A saliva ajuda a deixar a boca e lábios úmidos, facilitando até mesmo o processo de fala, que ainda é um dos nossos principais meios de comunicação e expressão.
  • Indicar que estamos com sede. O meio mais comum de identificarmos que estamos com sede e necessitamos ingerir água é através da quantidade de saliva em nossa boca. Ou seja, se a boca está seca, provavelmente estamos com sede e precisamos beber água. A sede é o sinal que estamos desidratando. É recomendado que cada pessoa adulta, em condições normais, ingira pelo menos 2 litros de água por dia, seja através de alimentos ou ingestão de líquidos.

Mas por que a nossa boca enche de água?

Diante do apresentado neste texto, podemos dizer que ao vermos uma comida que gostamos, o nosso sistema nervoso interpreta o estímulo como um momento prévio à ingestão de alimentos e inicia a salivação excessiva (no momento da digestão, é produzido pelo menos dez vezes mais saliva), já que a saliva é importante para umedecer os alimentos e iniciar o processo de digestão, além de limpar a boca previamente para que seja possível detectar melhor os sabores dos alimentos a serem ingeridos.

Para saber mais:

http://www.webmd.com/oral-health/what-is-saliva (em inglês)

http://iqe.org.br/imagens/imagens_noticias/oficina_de_artigo_de_divulgacao_cientifica.pdf

Você pode se interessar por: