Toda Segunda-feira é dia de novidade no quiprocura

Definição ácido-base de Lewis

Escrito por: Miguel A. Medeiros
Revisado em: 29 de junho de 2015

Em 1923, no mesmo ano que Brönsted e Lowry propuseram a definição protônica para ácidos e bases, G. N. Lewis, químico americano propõe uma definição ainda mais abrangente para ácidos e bases, a definição eletrônica.

Lewis definiu um ácido, como uma espécie capaz de receber pares de elétrons e base, como uma espécie capaz de doar pares de elétrons, formando ligações químicas.

A reação entre um ácido e uma base de Lewis sempre dá origem a formação de uma ligação covalente.

H+  +  OH  H2O

A definição de Lewis abrange todos os íons, sejam cátions (bons receptores de elétrons) e ânions (bons doadores de elétrons), ácidos e bases, respectivamente.

Cu2+  +  6F  [CuF6]4-

Não só íons podem ser ácidos ou bases de Lewis, compostos e elementos neutros, também podem.

Co2+  +  6CO  [Co(CO)6]2+

ácido – CO2+
base – CO

A definição de Lewis abrange, ou seja, explica os casos das definições de Bronsted-Lowry e de Arrhenius, sendo portanto, a mais aceita. Entretanto, as definições de Arrhenius e de Bronsted-Lowry também são utilizadas para explicar alguns casos.

Você pode se interessar por: