Palitos de Fósforo – Quadrinho de Química

[ratings]
É praticamente impossível um brasileiro não conhecer um palito de fósforo. Podem haver pessoas que nunca usaram um palito de fósforo, mas certamente já viram alguém usar. Os palitos de fósforo são usados para acender a chama do fogão ou um cigarro, dar início à queima do carvão para um churrasco, queimar uma folha de papel ou simplesmente acender uma vela.  Neste mundo moderno, no qual quase tudo é elétrico ou automático, os palitos de fósforo ainda persistem. E a sua presença deve continuar por décadas.

Os palitos de fósforo é uma invenção relativamente nova (1827), embora o homem já conheça o fogo há milhares de anos.

Embora os palitos de fósforo (também chamados de fósforos de segurança) possuam esse nome, eles não contém fósforo (elemento químico) em sua composição. Comumente, os palitos são de madeira e sua cabeça possuem uma mistura de clorato de potássio (KClO3) e goma arábica (responsável por fixar a mistura na cabeça do palito de madeira). Algumas pessoas pensam que nestes palitos pode haver pólvora, mas também é outro engano. No entanto, pode haver fósforo na composição da lixa que os palitos são atritados para acender.

A denominação palitos de fósforo é algo histórico e pode também remeter ao termo em grego phosphóros, “que traz luz”. Para saber mais sobre palitos de fósforo e sobre o elemento químico fósforo, lei o texto: “Fósforo – um elemento ou um palito?”

Escrito por: Miguel A. Medeiros
Publicado em: 02 de dezembro de 2015

Você pode se interessar por: